A NASA divulgou que um cientista Philip Lubin e sua equipe, da Universidade da Califórnia, em Santa Barbara, estão trabalhando no programa Directed Energy Interstellar Precursors (Deep-In), que visa à criação de sondas capazes de atingir velocidades relativistas e viajar para as estrelas mais próximas, propôs um motor que usa “propulsão fotônica” capaz de levar o homem a Marte em apenas três dias.
Lubim e sua equipe ainda não testaram o seu sistema, porem em seus cálculos ele afirma que seria possível levar uma espaçonave em torno de 100 kg a Marte em aproximadamente 72 horas. Já uma nave tripulada, chegaria a Marte em torno de um mês.
Propulsão fotônica é um sistema teórico que se baseia em utilizar partículas de luz para impulsionar objetos através do espaço. Apesar das partículas de luz não terem massa, eles têm energia e momento – e é esta energia que, quando refletida por um objeto, é transformada em um empurrão.

propulsao-fotonica_01

A equipe do professor Lubin está considerando criar uma nave espacial capaz de transportarfotoex humanos, ou seja, em teoria, astronautas poderiam viajar a velocidades superiores a um décimo da velocidade da luz. Ao se aproximar de velocidades relativistas, os efeitos descritos pela Teoria da Relatividade de Einstein iriam começar a incidir sobre a nave. A relação de espaço-tempo seria reduzida para os seres humanos a bordo desses veículos espaciais, fazendo-os envelhecer mais lentamente.

propulsao-fotonica