O fenômeno natural atmosférico que ocorre na Venezuela, conhecido como relâmpago de Catatumbo e ocorre sobre a foz do rio Catatumbo, onde ele deságua no lago Maracaibo. Pode ser observado de abril a novembro, a partir das 20:00 horas (horário local)até o amanhecer por mais de 240 noites por ano.

Essas tempestades geram uma grande quantidade de ozônio.Devido ao seu potencial único.Defensores da natureza tentam cataloga-lo como Patrimônio Mundial sob a proteção da UNESCO.Esse fenômeno já até foi certificado pelo Guinness em 2014 como único fenômeno meteorológico de maior concentração de relâmpagos do mundo.
Uma das maiores curiosidades estão nos livros de Histórias da região,eles mostram que esses raios já os pouparam de duas invasões: a primeira em 1595, quando os raios atingiram a frota Inglesa do corsário Francis Drake que pretendia saquear a cidade de Maracaibo. Quase três séculos mais tarde durante a guerra de independência da Venezuela, em 1823, os flashes iluminaram o céu e durante horas e traiu a armada espanhola que estava esgueirando-se em direção a costa.
Graças à frequência e brilho dos raios, que são visíveis até 400 Km, a tempestade tem sido usado como um guia pelos marinheiros desde os tempos coloniais, ganhando o apelido de “Farol de Maracaibo” e um assento na bandeira e brasão de o estado Zulia. catatumbo2 catatumbo3 catatumbo4 catatumbo5 catatumbo6 catatumbo7